COMO ELABORAR UMA RESENHA CRÍTICA

Hoje quero deixar pra vocês uma explicação bem objetiva sobre como fazer uma resenha.

Mas, o que é uma resenha? É um síntese sobre uma narrativa, que pode ser um livro, um filme, uma peça de teatro, dentre outras.

Existem vários tipos de resenhas: crítica, descritiva e temática.

Vamos falar um pouquinho sobre a resenha crítica, que é essa que você leitor gosta de ler para saber sobre a opinião de alguém a respeito de uma determinada obra.

A resenha deve possuir as mesmas qualidades de estilo imprescindíveis a todo texto escrito, como: simplicidade, clareza, concisão, propriedade vocabular, precisão vocabular e objetividade.

Você que acredita ter dificuldade em escrever uma resenha, faça o seguinte treino: grave a sua voz contando a um amigo a história de um livro que você leu e depois diga se gostou ou não da leitura; e, claro diga o porquê de ter ou não gostado. Após ter feito isso, ouça a gravação e perceba o que precisa melhorar, pois o áudio que você gravou nada mais é que uma resenha. Treine novamente e coloque no papel. Sabemos que a língua falada não é exatamente igual a língua escrita; portanto, você terá de fazer algumas mudanças.

Como estamos falando em resenha crítica, não esqueça: você deverá emitir a sua opinião, pois é justamente isso que o leitor desse tipo de texto deseja saber. Contudo, quando escrever a sua opinião você não deve usar expressões do tipo: em minha opinião ou eu acho que. Em resenhas científicas (para trabalhos acadêmicos) também não se deve usar as expressões eu gostei ou eu não gostei disso; no entanto, em resenhas críticas para sites literários tais expressões são comuns, pois é como se você estivesse conversando com o leitor.

Exemplo de como emitir a opinião em uma resenha literária:

 

"Achei o motivo do crime muito clichê, mas isso não fez com que eu gostasse menos do livro. O livro é bem escrito, os capítulos são curtos; e, a partir da segunda metade do livro os capítulos terminam com um gostinho de quero mais, sempre com um elemento surpresa a ser revelado. A leitura é fluida (apesar do cansaço causado pela protagonista), o fato de querermos saber quem fez e qual foi motivo nos mantém presos à leitura." (resenha de A garota no trem - http://livroselingua.webnode.com)

 

Você deve sempre informar como é a escrita do autor no livro que está resenhando.

Algumas informações necessárias ao leitor da resenha: O livro é escrito em primeira ou terceira pessoa? A escrita é lenta ou fluída? As palavras usadas pelo autor foram simples ou difíceis? Os diálogos são curtos? Há poucos diálogos? Os capítulos são longos demais?

Caso a leitura tenha sido cansativa para você é importante informar o motivo. Talvez tenha sido algo na escrita do autor ou algum detalhe na história. Fazer uma crítica não significa que você não tenha gostado do livro. Veja o exemplo abaixo:

 

“Confesso que esse corre-corre me cansou um pouco e eu pensava “ah não, outro etéreo”; mas, mesmo assim gostei bastante da leitura.” (Resenha de Cidade dos Etéreos – site http://livroselingua.webnode.com/)

 

Além de fazer um resumo da obra e emitir a sua opinião é interessante incluir alguns pequenos trechos da obra. Insira-os sempre entre aspas e indique a página da citação. Veja o exemplo:

 

“Vamos criar uma nova regra de vida ... sempre tentar ser um pouco mais gentil que o necessário.” (Pág. 311) – resenha de Extraordinário.

 

Nas resenhas deverão constar: Nome do autor (ou dos autores); Título completo e exato da obra (ou do artigo); Nome da editora (ou coleção de que faz parte a obra); Lugar e data da publicação; Número do volume de páginas; e em seguida o resumo.

Pode-se ainda fazer uma descrição sumária da estrutura da obra (divisão de capítulos, assunto dos capítulos, índice, etc.). No caso de uma obra estrangeira, é interessante informar também a língua da versão original e o nome do tradutor.

Espero que com essas dicas seja mais fácil pra você fazer uma resenha literária