PERDIDA - Carina Rissi

11/07/2016 15:00

Resenha de Perdida

 
Ainda não li esta obra, detalhe: amo esta capa, linda demais! Então: segue a resenha feita pelo amigo Luiz Henrique.

 

Quando se fala de conteúdo brasileiro (filmes, livros, séries e etc.) há um certo preconceito dos próprios brasileiros e no mundo da literatura não é diferente, a maioria dos leitores do país prefere livros internacionais, mas podemos ver que existem vários autores brasileiros que são ótimos e um exemplo disso é a autora Carina Rissi - Autora de vários livros e vamos falar de um deles agora: ‘’Perdida, um amor que ultrapassa as barreiras do tempo’’

 

  Título: Perdida

  Autora: Carina Rissi

  Editora: Verus

  Páginas: 364

  Classificação da leitura:

 

Quando li esse livro eu me diverti muito, ele conta a história de Sofia Alonzo, ela vive em uma metrópole e tem uma vida normal, mora sozinha, tem seu emprego (que ela não curte muito) e um casal de amigos, Nina e Rafael. Em uma noite Sofia vai para uma balada e acaba bebendo demais; e, por conta disso acaba deixando seu celular cair dentro de um vaso sanitário.

Por se uma mulher acostumada com a tecnologia Sofia decide comprar um novo celular, mas ao chegar na loja a atendente é meio estranha.

 

“A vendedora, a única ali, se aproximou com um sorriso no rosto delicado.

— Procurando por algum modelo em especial, querida? — ela perguntou com sua voz suave.

— Hum... Não. Nem um modelo em particular, pra falar a verdade. Eu preciso de um celular que faça tudo. Ela arqueou as sobrancelhas escuras.

— Tudo?

— É! Tudo. Mp3, wi-fi, 3G, fotografia e filmagem, agenda, alguns jogos, um bom programa de e-mail, essas coisas. — dei de ombros, tentando não demonstrar o quanto estava desesperada para ter um daqueles monstrinhos em minhas mãos.”

 

Depois de um bom tempo de conversa Sofia comprou o seu novo celular, mas quando saiu da loja e o ligou, uma luz forte saiu da tela e quando a luz sumiu Sofia estava caída próxima de um pedra e machucada, nesse momento ela encontrou com Ian Clarke.

 

“Fiquei observando o rapaz enquanto ele descia de seu cavalo com uma expressão

preocupada no rosto.

—Você está bem, senhorita? — ele perguntou, se agachando ao meu lado.

Continuei a encará-lo de boca aberta. Seus olhos procuraram alguma coisa ao redor.

Assim como eu, também não encontrou nada ali, apenas a árvore, a pedra e eu, ainda caída no chão. Ele voltou a observar meu rosto, depois seus olhos avaliaram o resto de mim e sua cara assumiu um tom avermelhado quando examinou minhas pernas. Rapidamente, voltou a me encarar, sua face confusa.

— Você está bem, senhorita? — ele repetiu.

Minha cabeça girava, me deixando tonta.

—O-o que? — respondi pateticamente.

— Tem um ferimento na cabeça. Está sangrando muito. — ele moveu sua mão em direção à minha testa, mas não me tocou.”

 

Depois de um tempo Sofia descobre que está em 1830 e que para voltar terá de cumprir com uma missão dada pela mulher que lhe vendeu o celular.

Nesse meio tempo Sofia conhece Elisa Clarke que é irmã mais nova de Ian e Teodora que é amiga de Elisa. Ian promete ajudar Sofia a voltar para a casa. Porém, por ser Sofia de outra geração sente-se perdida naquele mundo.  E o seu jeito de ser e sua forma de se expressar não são bem vistos. Nesse ínterim acontecem várias situações engraçadas.

 

“Seu rosto era tão gentil, tão sincero!

— Está bem. — concordei, impotente. Eu não poderia encontrar a tal jornada trancada naquele quarto. E seria melhor não chamar muita atenção, de toda forma.

 — Valeu, Ian. Por... se preocupar.

— Valeu? — um pequeno v se formou entre suas sobrancelhas.

— É o mesmo que obrigada, de uma forma mais casual.— e ri sem graça.

Ele sorriu, depois fez uma reverência — exatamente como nos filmes! — e deixou o quarto dizendo apenas:

 — Com sua licença, senhorita.”

 

O que Sofia menos esperava acontecer ali (naquele tempo diferente) acontece – Ela se apaixona e terá de fazer uma difícil escolha.

Não posso falar mais nada porque daria spoiler. Achei o livro ótimo!

O texto é narrado em primeira pessoa, o que por sinal é bom, pois podemos acompanhar a história pelo olhar da personagem.

Carina Rissi nos dá uma ótima história que envolve amor, escolhas, humor, dentre outras coisas.

Ao terminarmos a leitura ficamos com um gosto de quero mais, o que por sinal acontece no próximo livro – Encontrada (Continuação de Perdida)

Perdida é um livro ótimo; e, de fácil entendimento. Proporciona ao leitor vários momentos de risos.

Espero que tenham gostado dessa resenha , depois traremos a resenha de Ligeiramente Casados de Mary Balogh.

 

Luiz Henrique